A Diocese de Oliveira marca presença na JMJ 2013

Diocese de Oliveira MG | 15:42 |

Foto: Paulo Rogério Lehmkhul

A Diocese de Oliveira esteve presente no maior encontro católico mundial, este ano o Rio de Janeiro recebeu dias inesquecíveis. E a diocese de Oliveira não podia ficar de fora dessa, onde foram 6 ônibus, aproximadamente 300 pessoas representando nossa diocese, alguns peregrinos ficaram a semana toda outros porém optaram pelo final de semana. A JMJ teve seu término com a missa do envia no domingo dia 28 de Jul onde o Papa Francisco disse palavras de orientação aos jovens como: "Não tenham medo de ser generosos com Cristo, de testemunhar o seu Evangelho, a sua fé", disse.
De acordo com o Santo Padre, O Senhor convida os jovens a serem discípulos em missão! “Ide, sem medo, para servir”, ensinou. "Sabem qual é o melhor instrumento para evangelizar os jovens? Outro jovem! Este é o caminho a ser percorrido por vocês!", completou.
Papa Francisco disse ainda que o Senhor envia os jovens às outras pessoas para que possam levar o Cristo a todos, inclusive aos que parecem mais distantes e mais indiferentes. "O Senhor procura a todos, quer que todos sintam o calor da sua misericórdia e do seu amor", explicou.
É necessário ainda não ter medo de anunciar o Evangelho. Papa Francisco lembrou que o profeta Jeremias também teve medo, mas Deus o fortaleceu. "Não tenham medo! Quando vamos anunciar Cristo, Ele mesmo vai à nossa frente e nos guia. Ao enviar os seus discípulos em missão, Jesus prometeu: ‘Eu estou com vocês todos os dias’". Para anunciar o nome de Jesus, Paulo teve coragem de testemunhar pessoalmente o amor de Deus.
“Jesus não nos trata como escravos, mas como homens livres, amigos, como irmãos; e não somente nos envia, mas nos acompanha, está sempre junto de nós nesta missão de amor”, disse em outro trecho da homilia. O Papa Francisco disse ainda que, para servir, é necessário cantar ao Senhor Deus um canto novo. “Qual é este canto novo? Não são palavras, nem uma melodia, mas é o canto da nossa vida, é deixar que a nossa vida se identifique com a vida de Jesus, é ter os seus sentimentos, os seus pensamentos, as suas ações. E a vida de Jesus é uma vida para os demais. É uma vida de serviço”, ressaltou.

Evangelização na prática
O exemplo de Papa Francisco será seguido por todos, de acordo com Dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro e presidente do Comitê Organizador Local (COL) da JMJ Rio2013. “Nós também vamos contigo. Iremos contigo às ruas, às periferias, aos excluídos! (..) Agora chegou o momento de dizer, Papa Francisco: Envia-nos! A JMJ nos pede: ‘sejam missionários!’ E nós, com certeza, Santo Padre, iremos responder: ‘Eis-nos aqui, envia-nos’”, disse em discurso de saudação ao Santo Padre.
“A Jornada Mundial da Juventude é a Nova Evangelização em prática!”, destacou Dom Orani. Segundo ele, os frutos da JMJ Rio2013 ficarão presentes entre os pobres, doentes, necessitados, e os jovens, protagonistas de um mundo novo, junto com toda a sociedade serão construtores da Civilização do Amor sonhada por Jesus. 
O arcebispo agradeceu a presença do Santo Padre na JMJ Rio2013 e destacou que os ensinamentos do Papa Francisco ficarão nos corações de todos. “Temos certeza de que os peregrinos que para cá vieram foram confirmados e aprofundaram sua fé no encontro com Jesus Cristo, e retornam empenhados a serem evangelizadores de outros jovens e da sociedade”, ressaltou.
Durante o percurso até o palco de Copacabana, o Papa Francisco beijou crianças, recebeu diversos presentes, como terços, camisas e bonés, e ainda tomou chimarrão em uma bombacha. Sempre entre sorrisos, ele acolheu aos que lhe davam demonstrações de carinho. 

O Santo Padre pediu pela Igreja da América Latina para que o anúncio ressoe com uma força renovada, e que esses nossos 300 representantes possam estar cheios de Cristo para transmitir em nossa diocese e em todo o mundo.

Texto adaptado
Fonte: www.rio2013.com

Categoria: